No dia 15 de agosto de 2023, às 11h, aconteceu, no Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora das Vitórias, o encontro dos padres com o Arcebispo de Montes Claros, Dom José Carlos Souza Campos, que também estava acompanhado do Pe. Ademilton, sacerdote de Montes Claros.

Neste encontro foi refletida a “Carta do Santo Padre, Papa Francisco, aos sacerdotes da Diocese de Roma”, do dia 5 de agosto de 2023, enquanto estava em Lisboa, na Jornada Mundial da Juventude.

Nesta carta, o Papa Francisco demonstrou seu zelo pastoral para com os padres, não apenas de Roma, mas do Mundo. Um dos temas refletidos pelo Papa foi a importância do descanso dos sacerdotes, não apenas fisicamente ou espiritualmente, mas também no convívio fraterno com os irmãos no sacerdócio.

Em seguida, o Santo Padre relatou sua preocupação com o “mundanismo espiritual”, expressão do Pe. Henri de Lubac e adotada por Francisco. Este mundanismo consiste em “um modo de vida que reduz a espiritualidade à aparência: leva-nos a ser ‘comerciantes do espírito’, homens revestidos de formas sagradas que, na realidade, continuam pensando e agindo segundo as modas do mundo”, nas palavras do Pontífice.

Mais ainda, o Papa Francisco destacou que este “mundanismo espiritual” afeta alguns padres em forma de clericalismo, no qual muitos se sentem superiores e, assim, separados do Povo de Deus e do qual o Povo de Deus também não está isento. O antídoto para isso, declarou o Papa, está em olhar para Jesus, para Sua humildade.

Por fim, os sacerdotes, juntamente com Dom José Carlos, rezaram o Angelus e, em seguida, fizeram o almoço em fraternidade.