Na igreja Nossa Senhora das Graças de Itambé, na manhã do dia 01 de Maio, aconteceu com toda a comunidade católica local um evento marcante, o translado dos restos mortais do Padre Antônio Maria Polito, SDV, o qual marcou a história do povo e da cidade.

Às 10h da manhã houve a celebração da Santa Missa, com a presidência do Arcebispo Dom Josafá Menezes da Silva.

O Padre Antônio M. Polito era italiano, da comuna de Salerno. Com apenas 13 anos de idade entrou para a Sociedade das Divinas Vocações. Quando tinha 25 anos chegou ao Brasil, ainda como Subdiácono, o que seria comparado hoje a um Acólito instituído pelo Bispo. Portanto, ainda estava em preparação para ser ordenado. Ele foi designado para a cidade de Itaparica e foi ordenado Padre em Salvador-BA, aos 19 de setembro de 1953, por Dom Augusto Álvaro da Silva.

Posteriormente, a missão da fundação do Ginásio que seria em Maracás-BA foi transferida para Itambé-BA. A esta missão estava destinado o Padre Ciro, que chegou em Novembro de 1953, mas que ao fim daquele mesmo ano viajou para os EUA. Tendo ido para fora do país, o padre Polito foi designado para Itambé, juntamente com outros dois sacerdotes. Em 4 de março de 1956, foi fundado o primeiro vocacionado no Brasil, na cidade de Itambé.

Após ser transferido de Itambé para Vitória da Conquista, ficou por três anos residindo no Seminário Diocesano e cuidando da porção do Povo de Deus confiada a ele nos bairros São Vicente e Jurema, onde havia-se formado o Curado Nossa Senhora Aparecida.

Dentre muitas de suas preocupações como pastor daquele Povo de Deus, o Padre Polito empenhou-se para a construção de uma matriz, para a Paróquia que se tornaria. A matriz foi inaugurada no dia 30 de Maio de 1976, quando o Curado foi elevado à Paróquia de Nossa Senhora Aparecida. Mais tarde foi construído também o Vocacionário, em 1977, num terreno ao lado.

O Padre Polito, portanto, trabalhou pastoralmente em Itaparica, Itambé, Encruzilhada e Vitória da Conquista. De 1965 a 1968 foi o Superior Regional da Congregação Vocacionista no Brasil. Em 1984 abriu a primeira comunidade Vocacionista na Argentina, em San Juan, fronteira com o Chile, na Cordilheira dos Andes. Quando em 1997 retornou para o Brasil por motivo de saúde, residiu novamente em Itambé e depois em Vitória da Conquista.

Outra de suas missões foi a fundação das Irmãs Voluntárias de Cristo Rei, no dia 2 de março de 1964, sendo seu Diretor Espiritual. Ele também exerceu a função de diretor espiritual dos jovens em formação para o sacerdócio, foi pároco, vigário paroquial, como jornalista foi o responsável pela revista “Espírito”, publicada pela Congregação Vocacionista no Brasil.

Pode-se dizer que o Padre Antônio Maria Polito, SDV, viveu e morreu santamente a sua vida sacerdotal e religiosa, dando bons frutos para a Igreja de Cristo.